Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

Convicção

Eu vivi tudo aquilo que senti
Senti o que não pude viver
Estagnei
Voltei a tona
Só não pude me esconder de você

Laços desfeitos
Enlaces profundos
E o coração matando aos poucos
O amor maior do mundo


Não há mais culpa
Não há mais medo
Só a dor da certeza
esquálida e fria...




Vou indo!

Vou sair, vou passear
Vou viver sem ninho
Procurar abrigo
Onde caiba alguém com uma imensidão que nunca se viu


Vou me achar, procurar a ti
Revelar o que sou e o que sinto
Aprender mais de mim


Percorrer grandes vales e me esconder de sombras
Quero sol, quero luz
Quero colo sem limitações ou receios
Sem travas nem medos


Quero aquelas certezas mais absurdas
Que achamos que temos quando na verdade elas nunca existiram
Quero mais, muito mais
Quero a liberdade
De tentar ser feliz!

Auto Reply

Relato que
de fato
por um tempo te quis
À sombra disso me quis ainda mais 
aquele que eu quase pensei não mais querer
Ele é posse do meu desejo
Quanto a você
nem bem compreendo 
o que me fez ter

Te inventei, te fiz pra mim
Mas de perto vi 
que nem de longe você é 
quem me faria feliz


A frustração de quem não sabe
que de novo sou a causa
sobrou pra ti, disso se faz sobras, sobram vocês
Porque na maestria da vida
não se reúnem desiguais
Sou abastada e não desprovida
Aquilo que me sobra em ti faz muita falta
E se fosse isso um grande jogo
Eu diria
Quem ganhou fui eu!

Aos meus outros amores
A quem sou muito mais que bem-querer
Sou plano, sou futuro
Tenho que dizer que
inesperadamente e sem influxo da vontade
do meu coração
mudaram-se os rumos.

Jura Secreta

Todos os dias bem cedinho, a caminho de um dos meus trabalhos (rsrs), curto um som maneiro no carro (nas alturas), pra despertar, me fazer ir mais animada cumprir a 1ª etapa do meu longo dia de afazeres...é também um momento que páro pra pensar na vida. Escuto de tudo, e o escolhido de hoje foi um presente divino, um DVD do Fagner gravado em Fortaleza. Sou aficcionada por músicas que tem letras fortes, sacadas inteligentes, reflexivas e instigantes...muitas delas falam comigo e em determinados momentos, umas mais que outras. Foi o que aconteceu hoje com esta letra, da belíssima música "Jura Secreta" de Sueli Costa e Abel Silva, cantada por Fagner. Lógico que já escutei essa canção muitas vezes, mas não como a escutei hoje e ela falou comigo como nunca...

Curtam esta mensagem que fala, em suma, daquilo que sempre tive em mente: o que não vivemos nos maltrata muito mais!


Jura Secreta


Só uma coisa me entristece
O beijo de amor que eu não roubei
A jura secreta que eu não fiz
A brig…