Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

Meu abrir de olhos no amanhecer, verdade que me leva a viver...

Quando me perdi
Você apareceu
Me fazendo rir
Do que aconteceu
E de medo olhei
Tudo ao meu redor
Só assim enxerguei
Que agora eu estou melhor

Você é a escada da minha subida
Você é o amor da minha vida
É o meu abrir de olhos no amanhecer
Verdade que me leva a viver
Você é a espera na janela
A ave que vem de longe tão bela
A esperança que arde em calor
Você é a tradução do que é o amor

E a dor saiu
Foi você quem me curou
Quando o mal partiu
Vi que algo em mim mudou
No momento em que quis
Ficar junto de ti
E agora sou feliz
Pois lhe tenho bem aqui


Esta música com esta letra lindaaaaaaaaaa já faz parte da minha vida há algum tempo e me traz ótimas lembranças... Todo mundo sabe (e vive) o poder que a música tem de nos "transportar" a uma fase  ou momentos que a ela estão associados...e uma vez marcado...não tem jeito, nada fica registrado posteriormente, é como gravar algo em um CD-R (não regravável). Acho isso impressionante! 
(Mas bem que em certos casos poderia ser como em CD-R…

Parceria Tri Legal

Meus amigos, recebi um convite super bacana do Léo, blog Nota Preta, para fazer uma "introdução" a um de seus contos. Inicialmente achei loucura, pois foi assim, "pá-pum", "leia o conto e faça a sua parte"...maluco ele! Eu escrevo aqui meus desabafos, sem compromisso, sem grandes pretensões. Imagine estragar o conto do cara, cheio de leitores e com uma narração impecável, muito particular e sempre surpreendente...??? Mas então aceitei o desafio e nos minutos que ele me deu, lancei lá minhas idéias acerca da temática do conto, resumidamente, o que é mais difícil pra mim, rsrsrs. Ele disse que gostou, eu acho que poderia ser melhor, agora cliquem e vejam vocês o que acham! E por favor comentem (), quero saber a opinião sincera dos meus amigos, seguidores e eventuais leitores!!!
Ah, e vale a pena continuar acompanhando o blog Nota Preta, o Léo escreve contos como ninguém...
Beijosssssssss  a todos!!!!!

Lembranças

Ontem acordei e não te vi, pensei em você com toda a minha força e não consegui te trazer pra perto. Por um instante, perdi a sintonia, pois fiquei um bom tempo imaginando porque algo estaria naquele exato momento, distanciando você de mim? Enfim você chegou! Agitada, ocupada, compromissada... e eu com uma enorme carência, mas vc estava ali, estava mesmo? Demonstrei, esperei, me arrisquei e voltei e você também voltou. Com um pouco de carência, pouca paciência e muita disposição para... mas eu queria a sintonia da tua frequência reclamei, expliquei, implorei e fiquei... sem seu carinho. Hoje eu acordei e não te vi, pensei em você com toda a minha força e não consegui te trazer pra perto... Entrei no carro e ouvi Eddie Veder (vocalista Pearl Jam) cantando "Black" e foi imediato... um tsunami, gigantescas ondas de boas lembranças. Meu corpo adormeceu... uma espécie de overdose de Kenia (química boa) tomou conta de mim e agora viciei e quero mais, a carência anterior se multiplicou por 1000 sinto você perto…

No msn...

Léo diz (16:33): Que mal aflige o teu coração?
(Imagino que esta pergunta tenha surgido pela frase que coloquei no msn)

Kenia Araújo  diz (16:34): saudade... Léo diz (16:35): Sentes saudades de quem? Kenia Araújo  diz (16:36): De pessoas que foram importantes pra mim e ainda são, mas não estão por perto! Léo diz (16:37): Saudade na verdade é um bom sentimento, pois, não o sentiríamos se não tivéssemos vivido bons momentos com alguém! Kenia Araújo  diz (16:37): Verdade, mas as vezes dóiiiiiiii................ Léo diz (16:40): O tempo passa, tudo muda, um dia poderás rever essas pessoas! Desde que estejam vivas! Kenia Araújo  diz (16:41): Ainda bem que estão...mas...certas coisas não voltam, aliás nenhuma emoção vivida é capaz de ser repetida! Léo diz (16:42): É verdade! E às vezes um reencontro pode acabar estragando a boa impressão que guardávamos há tanto tempo! Kenia Araújo  diz (16:42): Isso...e tantas outras coisas podem estragar essa boa impressão, esta é a parte ruim, as vezes mesmo sem reencontro.…

Expressão

Esta na verdade é uma republicação, já postei este texto no ano passado, ele é do Marco Aurélio Oliveira (Blog Insana Insônia), um blogueiro poeta, criativo, reflexivo e meio maluco também, rsrs (desculpa MAO, mas é maluco no bom sentido), pois ele é ousado e autêntico. 
Enfim, além de me identificar com quase todos os seus poemas e textos, adoro  de paixão "este" que está logo abaixo. Quando o leio em certas ocasiões parece que ele me lava a alma... A diferença desta vez é que fiz uma (super) adaptação, na verdade aproveitei o primeiro e o último parágrafo e inseri minhas idéias no meio, rsrs, o texto original, que é bem pequeno mas diz muito, foi publicado em  outubro (pode clicar e comparar).


"Quando certos acontecimentos me tiram o chão, feito uma águia, vôo alto para além da tempestade, com as lindas asas da minha imaginação.   Quando a vida me mostra sua melhor face, deleito-me em seus sabores e contemplo a beleza dos instantes que me são dados de presente, enquanto o…

Porque tentar entender dói ainda mais...

Já não lembro quanto tempo faz que eu não me sentia assim...na verdade nem sei se já senti isso alguma vez... Tantas coisas pra analisar, teriam tantas pra dizer, e são indescritíveis as que sinto agora... Com certeza não é a última vez que vou chorar na vida, mas eu prometo que nunca mais será pelo mesmo motivo! Hoje sou mais uma na multidão, na turba dos que sempre se doam, sempre acreditam, sempre dão o melhor de si, que colocam o coração na frente de tudo...e que certamente já sentiram dores lancinantes por serem assim, da mesma forma que já se sentiram tolos, idiotas. Mas quer saber? Não vou mudar, não vou renegar a minha essência.  Tudo que sinto  e faço é porque me permito, não por me deixar enganar. Quem tiver olhos veja, quem tiver coração sinta e quem for sensível perceba que terei o coração ainda mais lindo e cheio de amor, por mais que me custe. Não quero mais entender, não quero mais pensar, só não posso deixar de sentir esta dor agora...apenas por decidir assim. Mas cada minut…

Apenas mais um dia...

Hoje acordei mais romântica, mais sonhadora, características que fazem de mim um ser mais que paradoxal, por tudo isso que escrevo aqui no blog e por muito mais que conflita aqui dentro.
Senti falta dos sonhos de menina e lembrei de alguns deles que pude viver. Desejei ouvir o som de vozes pela casa enquanto eu, com sol a pino, ainda insistia em dormir...esperei ser acariciada e mimada pelo meu amor, despertar com seus beijos e seu jeito carinhoso de dizer que já era hora de levantar, enquanto a sensação gostosa de saber que ele estava ao meu lado desenhava em minha cabeça um dia lindo que ainda tinha pra acontecer...porque fazer qualquer coisa com ele é muito bom! Abri os olhos e pude vê-lo sorrindo...sentir sua presença foi o suficiente pra arrancar de mim o sorriso mais bobo, o olhar mais apaixonado, o desejo mais que incontrolável...contrastando com a doçura das palavras que só a ele consigo dizer.

Momentos como estes nos fazem ver a vida com outra dimensão, é sentir sem questionar, …

Outra...na mesma Kenia

A vida por si só é cíclica, não é dissabor ou privilégio apenas meu viver de fase em fase. Mas sempre me surpreendo com meus ciclos...e mais um se fecha, enquanto a própria vida me prepara pra continuar!


 . . . . . . . . . . . . . . . . .
Nesta ocasião relembrei do meu primeiro post neste blog, A vida é simples, onde falo claramente o que penso sobre a nossa incrível capacidade de complicar as coisas que são puras e claras (inerentes ao ser humano). A vida é feita de escolhas e por isso vivemos nos culpando por tudo que dá errado, ou culpamos o destino, ficamos sofrendo pelo que foi e pelo que deixou de ser, em vez de simplesmente seguir em frente em busca do que nos faz sentir melhor, ou seja, felizes. Acredito que só terei essa vida pra viver (nada de mil encarnações- é minha opinião, espero que respeitem) e não sei até quando me será permitido estar neste corpo (ninguém sabe), então porque eu deixarei de fazer o que me faz feliz?? Ninguém neste mundinho aqui tem o direito de impedir isso! O pior é qu…

La Tortura

Não costumo postar música aqui no blog, apesar de ser uma das minhas maiores paixões! Até porque se fosse enfatizar sempre as músicas que embalam minha vida e minha rotina teriam muitas postagens sobre isso e me daria maior trabalho...vivo o tempo todo envolvida por um som que me toque, sem preconceitos e/ou restrições. Mas hoje, impulsivamente, deu uma vontade imensa de dividir com vocês esta música gostosérrima que tenho escutado muito nos últimos dias. Ela é sensual (por isso amo a música latina), envolvente, tem uma batida dançante e a letra é muito legal. O clip da música nem se fala, Shakira e Alejandro Sanz lindíssimos e sensualíssimos dando um show delicioso de se ver. Letra e música dela, Shakira, genial quando se trata de letra, ritmo e dança.
Não deixem de ver o clip:
Vídeo La Tortura

Vídeo La Tortura

La TorturaAlejandro Sanz:
Ay payita mía
Guárdate la poesía
Guárdate la alegría pa'ti

Shakira:
No pido que todos los días sean de sol
No pido que todos los viernes sean de fie…

Valeu a pena!

Sabe, despertamos nas pessoas o que oferecemos a elas. Tá, alguém já disse isso em uma célebre frase, mas é bem mais gostoso quando nós mesmos podemos viver nossas próprias conclusões... É, só que isso gera uma outra discussão: sendo assim, isso me responsabiliza totalmente pelas relações fracassadas? Se não dei o melhor de mim, então...não pude colher o melhor...? Talvez pensar assim seja punição demais para nossos dias...aumenta nossa carga de culpa...mas parece ter coerência. Como toda relação é feita de duas partes, melhor pensarmos que ambos são autores destas reciprocidades.  Mas toda esta história não tem só a parte ruim, vale lembrar do melhor de nós que alguns espirituosos souberam fazer aflorar (falo de qualquer relação, familiar, de trabalho, grandes amizades, amorosas) e por tudo de maravilhoso que já pudemos fazer emergir de tantos que por nossas vidas passaram.

Sem delongas, parece que algumas experiências compensam a dor de alguns erros.  Você me fez e faz uma pessoa melhor…

Tantas coisas e nenhuma...

Nos últimos dias motivos não me faltaram para escrever, tampouco faltou-me inspiração. Na verdade foram tantos temas que na minha cabeça passaram e tantos questionamentos que me fiz, que não consegui organizar as idéias. Ou talvez eu não quis expressar tamanha inquietude. Sensações, impressões e indagações que tem sido quase diárias, mas uns dias bem mais fortes que outros...
Mais uma vez procurei sentido nas páginas que tenho escrito no livro da minha vida e percebi que o que me tornei já é bem maior do que o que eu realmente sou. É possível retorno nesta caminhada? Então é assim?  Chegamos a um ponto da existência em que tudo deixa de fazer sentido ou que as dúvidas são maiores que as certezas? Se tais coisas não me incomodavam antes, estou sendo retardatária ou precoce na perspectiva de enxergar o vazio? (esta é uma pequena dose do meu ópio diário)
Só sei que desconheço esta pessoa que por hora posso chamar de "eu", eu não convivia com ela, mas estou tendo prazer em descobr…