Pular para o conteúdo principal

Dessas mulheres prá comer com dez talheres...


Estava cheia de idéias para escrever hoje, quando, lendo alguns blogs selecionadíssimos, encontrei este post da Solange Maia e...pára tudo, tenho que postar este texto, nada tão verdadeiro e tão poético para falar de nós, mulheres que não cabem em NENHUM PADRÃO:


Dessas mulheres prá comer com dez talheres...

Sou dessas mulheres sinuosas, de colo curvilíneo e sorriso enluarado.
Em mim perdem-se e acham-se os sonhos.
De medidas extremas. Tanto no outono quanto na primavera.
Gosto de gostar.
Gosto do prazer, sou tátil, feminina.

Sim, admiro a beleza longilínea e vertical, mas herdei a horizontalidade esteatopígea.
Não caibo em padrões.
Respiro livre, sem a rigidez imposta por aí.
Invisto meu tempo em outros prazeres : dedico-me a ser feliz.

Porque para o amor há sempre uma pessoa de medidas certas.
E, se meus seios cabem em suas mãos,
então sou (só) para você.

É por isso que, como cantou Ana Carolina, prefiro ser destas mulheres prá comer com dez talheres.

Comentários

  1. E que padrões podem englobar uma mulher linda, que diz o que pensa, que descreve emoções e que tem tantas outras admiráveis coisas a mostrar?
    Realmente nenhum Kenia...
    Como sempre adorei, feliz quando o F5 mostrou-me sua nova postagem, rsrsrs.

    Sempre por aqui,
    Pedro.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns KENIA,por ter reproduzido o texto da Solange.

    Existem nesta questão, três
    opiniões absolutamente, distintas para o tal "Padrão de mulher".


    A primeira é dos estilistas e certa vez ouvi,de um deles,dizer a verdade, pois uma mulher atraente, ofuscaria o vestido, então ele disse que só trabalhava com "mulheres cabides".

    A segunda,é a da indústria dos
    cosméticos que impõe uma
    cruel e descabida neurose nas mulheres com este negócio de estrias e celulite.

    Kenia, com a maior honestidade, você acha que um homem vai estar com uma mulher para ficar procurando celulite e estrias nela?

    A terceira é a opinião dos homens.

    Sabe do que homem gosta? É de mulher, e esta mulher não tem padrão, porque ela está dentro da cabeça do homem , das suas fantasias, dos seus momentos, enfim..

    Creia sinceramente, que HOMENS, não têm padrão, em relação a mulher.

    E modestia à parte , eu falo isso com uma certa experiência no ramo(rs).

    O que vale é o conjunto da obra (rs).

    Uma mulher amiga, sincera,cumplice(principalmente ,isto) não tem medidas, tem sempre é a preferência dos homens.

    Um abração carioca e viva a diversidade dos padrões da beleza feminina!

    ResponderExcluir
  3. Não deleta tudo não, publique pelo menos a metade, rsrsrs!

    ResponderExcluir
  4. Kenia Concordo com a idéia do Paulo Homens não procuram uma padrão de mulher, mas assim procuram "A Mulher" até o próximo texto Madame K bjus

    ResponderExcluir
  5. Ei ta que o Pedro quer que vc publique mais viu rsrs !!!

    ResponderExcluir
  6. Pois é Bruno, não canso de elogiar a Kenia e não vejo mal nenhum nisso. Ela escreve muito bem, além de ser uma mulher linda. Só que ela não publica tudo, faz uma baita de uma seleção, a cada 10 publica 1, rsrsrs. Com vc é assim também?

    ResponderExcluir
  7. Kenia,

    Fiquei encantada em, de alguma forma, estar nesse seu espaço lindo !!!

    Obrigada,

    beijocas, viu ?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Se ao me ler, um impulso te trouxer algo à mente ou ao coração, escreva...

Postagens mais visitadas deste blog

Para renascer é preciso morrer!

É exatamente assim, no começo parece que te falta o ar, que algo espreme teu peito sem cessar e derrama o sumo dessa compressão nos teus olhos, compulsivamente.
Os primeiros dias passam e nada colore tua existência, só habita em ti a neblina das lembranças cinzentas, daquilo que ainda te fere...e estão em tudo que tu tentas fazer, repetindo-se como um velho vinil riscado, fazendo ondas gigantes em tua mente...das mentiras que te foram contadas, das verdades omitidas, das peças que se encaixam, da dissimulação ardil, das atitudes tão ínfimas quanto rasteiras e do presente se encontrando com as mesmas dores do passado.
É a desconstrução do que tu acreditavas, ou achava que ainda cria. É o fim da tua luta, que por mais que parecesse perdida, havia dias em que alguns sinais diziam que a guerra valeria a pena. Mas não valeu! Lutar pelo quê agora? E o mundo parece partir ao meio, mas tu não estais nem de um lado e nem do outro. Estais sem segurança, sem direção, neste abismo que se abriu a …

Nem tudo vale a pena...

Vida que segue, histórias que findam... para que outras comecem.
Erros e caminhos que não podem ser refeitos.
Lamentar já não serve, porque o que passou nos escapou e o que fica de concreto são somente as lições, marcadas a ferro e fogo, nada poderá tirá-las de nós... pessoas e situações se vão, mas as aprendizagens ficam... e que bom que é assim!
Todos temos na vida momentos ou fases que desejaríamos não ter vivido, ou não mais lembrar, mas são exatamente estes que ficam se repetindo em nossas mentes a ponto de dizer-nos ao pé do ouvido: logo tu, tão seguro (a), esperto (a) e cheio (a) de si, viveste isto?
É, a racionalidade nem sempre nos é companheira e por vezes abandona até o mais perspicaz dos mortais. Importante mesmo é que ela não se vá para sempre e que o amor próprio continue reinando absoluto sobre todas as paixões terrenas.
Havia dentro de mim uma convicção imensa de que esse meu jeito de viver impulsivamente, respeitando todos os desejos e fazendo sempre o que o coração …

Um rascunho perdido de amor

Em alguns dias esse amor, que já mora em mim faz tempo, chega assim súbito, como brisa no rosto em um dia de calor...e é tão bom sentir. Nessa hora até parece que ele é novo, amor menino, ainda contaminado pela veemência da paixão.





[Um texto iniciado em 07/03/13...resolvi não complementá-lo, pois cada emoção deve manter a essência do seu tempo.]