Pular para o conteúdo principal

Vorticidade

Vai...leva de mim esta fadiga que já espera pelo amanhã
Porque quero vivacidade
Vai...leva de mim a dúvida que nada acrescenta
Porque quero a beleza da ingenuidade
Vai...leva de mim qualquer desejo de fuga
Porque quero ficar até o fim
Aproveita e leva de mim esta sensação estranha
É, essa mesma...
Leva também meus questionamentos e o vazio de suas respostas
Mas não por toda vida
Leva meus medos e meus pecados
Pode até levar meus erros
E seria muito fácil pedir que leve o desânimo, a incredulidade
Mas se não podes levar tudo
Leva pelo menos esta saudade...

Comentários

  1. Ao navegar pela net deparei com este belo Blogue e aqui deixo a minha mensagem dizendo:

    Óptimos textos e imagens bem delineadas fazem deste Blogue uma raridade que ressalta à vista de quem o visita.

    Espero segui-lo daqui em diante.

    Caso queira visitar-me será sempre bem recebida.

    Bom início de semana.

    Felicidades.

    ResponderExcluir
  2. Levando a saudade, acho que tudo o mais se vai junto,Kênia. Gostei muito também de suas fases no post anterior. Parabéns. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Traga-me a coragem para dizer não!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Kenia querida, ainda que te levem embora a saudade, que não seja por toda a vida, para sentires ainda falta daquilo que te fez bem um dia. A saudade é um bem, vale a pena cultivá-la, porém, com restrições, para não se ferir. Bjos!!!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, mal cheguei e já adorei! Você pensa pra caramba, moça. Bom, vinda lá do Léo Santos, nem se podia esperar outra coisa.
    Virei fã, linkei e vou virar obsessor contumaz: estarei sempre aqui.
    Abração de duas asas!

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto, fala de saudades de uma maneira singela e ao msm tempo taum realista.

    "Leva meus medos e meus pecados
    Pode até levar meus erros
    E seria muito fácil pedir que leve o desânimo, a incredulidade"

    Perfeito!

    Tava com saudades jah de ti.

    bjos

    ResponderExcluir
  7. Minha doce Guria,
    Gostaria não de levar e sim deixar algo pra confortar sua alma e seu coração, deixando você com mais saudades ainda...
    O medo, assim como o desânimo podem causar incredulidade sim, mas o reconhecimento do pecado e do erro, nos dá forças para esquecer as coisas ruins e lembrar sempre das boas (saudades).
    Por falar nisso, lembra do "uivar trêmulo" dos lobos na semana passada? rsrsrs
    bjsss
    Ti

    ResponderExcluir
  8. Linda semana!
    Bjins entre sonhos e delírios

    "Mas o abraço era tão apertado,
    tão apertado
    que os corpos eram quase mais que colados.
    Poderia dizer que eram um só.(...)"

    ResponderExcluir
  9. Menina, infelizmente, quando o amor termnina, ele nem leva o que foi...

    Mas a gente tem de rpocurar realmente alguém que corresponda este amor...

    As vezes eu sumo, por incrivel que pareça, voltando aos poucos.

    Fique com Deus, menina Kênia Araújo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Querida Kénia,

    Que nos levem tudo o que resta,que nos levem esta saudade que magoa....e deixem que a gente fique por inteira para viver uma nova vida!
    Lindo!

    Bjinho cheio de luar

    ResponderExcluir
  11. Acho que já não saberia viver sem a minha saudade....é uma saudade gostosa e se ela fosse embora ia ficar com saudade de sentir saudade.

    ResponderExcluir
  12. Queria que levassem a mina saudade, dor, insegurança, incertezas, tristezas. Podem levar, porque já não cabemos no mesmo espaço.
    Adorei o post.
    bjo

    ResponderExcluir
  13. (***)
    Dentro de nós a saudade
    é ferida no peito a arder
    e ainda que haja um lamento
    não se alivia o tormento
    nunca deixa de doer...
    (***)

    Há sentimentos se diluem em nós para sempre! Cabe-nos tentar renascer para a vida com toda a energia que resta dentro de nós! Para isso, teremos que acreditar que é possivel, começando por acreditar em nós próprios!!!

    O meu abraço!
    AL

    ResponderExcluir
  14. Olá, bom dia! gostei muito, a mulher é uma poesia, da mesma fórma é a vida, em pequenas frases encontramos poesia, a flor, carinho o muito obrigado e o amor, são as maiores poesias, nosso coração fica feliz só em ouvir amamos vocês, muito obrigado por você existir.

    ResponderExcluir
  15. A saudade fica a arder em nós, consegue queimar-nos..., outras vezes, é uma saudade boa..., mas dói sempre quando tanto ficou por sentir e, viver.

    Abraço da Luz

    ResponderExcluir
  16. ÒTIMO TEXTO! Gostei mtu do teu blog, continua assim. Bejos ;*

    ResponderExcluir
  17. Olá Kenia! Venho agradecer por seu apoio ao meu blog e por conseqüência a minha escrita. Achei importante dizer o quanto me tem sido fundamental o seu incentivo. Assim, deixo aqui registrada a minha gratidão e lhe desejo um final de semana excelente; com muita poesia e boas histórias; tudo em tempo real. (sorrio).

    Abraço do Jefhcardoso

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Se ao me ler, um impulso te trouxer algo à mente ou ao coração, escreva...

Postagens mais visitadas deste blog

Um rascunho perdido de amor

Em alguns dias esse amor, que já mora em mim faz tempo, chega assim súbito, como brisa no rosto em um dia de calor...e é tão bom sentir. Nessa hora até parece que ele é novo, amor menino, ainda contaminado pela veemência da paixão.





[Um texto iniciado em 07/03/13...resolvi não complementá-lo, pois cada emoção deve manter a essência do seu tempo.]

Para renascer é preciso morrer!

É exatamente assim, no começo parece que te falta o ar, que algo espreme teu peito sem cessar e derrama o sumo dessa compressão nos teus olhos, compulsivamente.
Os primeiros dias passam e nada colore tua existência, só habita em ti a neblina das lembranças cinzentas, daquilo que ainda te fere...e estão em tudo que tu tentas fazer, repetindo-se como um velho vinil riscado, fazendo ondas gigantes em tua mente...das mentiras que te foram contadas, das verdades omitidas, das peças que se encaixam, da dissimulação ardil, das atitudes tão ínfimas quanto rasteiras e do presente se encontrando com as mesmas dores do passado.
É a desconstrução do que tu acreditavas, ou achava que ainda cria. É o fim da tua luta, que por mais que parecesse perdida, havia dias em que alguns sinais diziam que a guerra valeria a pena. Mas não valeu! Lutar pelo quê agora? E o mundo parece partir ao meio, mas tu não estais nem de um lado e nem do outro. Estais sem segurança, sem direção, neste abismo que se abriu a …

Oclusão

Não sei como ainda pode existir algo de ti no meu peito, depois dos inúmeros pedaços que já arranquei...embora os tenha removido pouco a pouco, como aquele procedimento bizarro para curar queimaduras extremas (as necroses são retiradas da pele, para que a regeneração ocorra de dentro pra fora).E cada parte que eu tirava à força, era uma tentativa de viver de novo, mesmo me sentindo morta.

Durante todo este tempo, esses pequenos recomeços exigiram de mim muito esforço, porque estavam inclusos em um contexto de uma aparente harmonia. E mesmo com todo meu empenho em virar de vez esta página, você estava ali, mais presente do que eu conseguia admitir até pra mim mesma. Oscilação pura...é que de fato não é tão simples esquecer alguém que te faz interagir com um lado seu, até então, totalmente desconhecido. Provei da fração mais amarga que me constitui, aquela cuja autossuficiência e autocontrole, características que sempre me acompanharam e fizeram de mim a pessoa mais confiante do mundo, f…