Pular para o conteúdo principal

O outro lado que as vezes esqueço que existe!

Hoje vim aqui pra romper com a rotina de ser inspirada pela dor, pela inquietação...porque também posso vir falar da calmaria do meu mar, mesmo que ela dure pouco tempo.
Posso proclamar meu amor, o que ele faz comigo e o que me faz fazer...porque se ele me tira da linha vez por outra, pouco importa, o que vale é o tempo que ele me deixa fora do chão!
Posso falar de superação, de renovação, de aprendizagem, de luta diária, luta boa, sempre com vitória no final.
Posso falar de companheirismo, de cumplicidade, das grandes riquezas que conquisto nas pessoas, e que elas conquistam em mim.
Quem mais do que eu pode falar de sonhos, se deles construí minha vida, se nada além deles me embala pra tão longe daqui...se são eles que me fazem ser mais criança, mais feliz, mais otimista, mais perseverante, mais calma na ânsia do "por vir"...?
Posso falar da parte branca da minha aquarela interior com a mesma impulsividade que falo do que aqui dentro dói...porque é esta alva parcela minha que me transpõe para além de tudo, sem peso e sem medo.
Hoje falo da alegria de quem sabe que cada fase é especial por não sabermos que sensações e resultados nos trará no final...

Comentários

  1. Nem mais, a inspiração vem dos outros, mas a iniciativa tem de partir de nós!
    Só o facto de te sentir feliz e optimista me deixa muito, mas muito mais feliz!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Adorei!

    Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas.Séneca

    Parabéns!

    NBeij0s

    ResponderExcluir
  3. Viver sempre, seja para longe ou, apenas o momento.
    Viver!
    Bjs.
    _____
    Que beleza de vestidinho, uau!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia minha querida amiga, interessante o seu post,,,por mais que a gente fale de dor, solidão, coração partido,,,,é muito bom de lembrar que tambem podemos falar dos sonhos, do amor,,,,dos desejos loucos,,,da calmaria das ondas do nosso mar...lindo isso,,,passa serenidade de um bom momento,,,e todos precisamos dessa serenidade...b.eijos carinhosos de bom dia pra ti.

    ResponderExcluir
  5. Querida... « Nunca desistas dos teus sonhos, porque se eles se forem tu continuarás vivendo... mas terás deixado de existir!
    (NOVALIS)

    BeijOOO
    AL

    ResponderExcluir
  6. Querida Impulsiva,

    Bom,muito bom mesmo lêr este momento de alegria que partilhas conosco.
    Muitas vezes na partilha da dor esquecemos que conquistamos coisas muitos boas todos os dias.E isso é muito importante.
    È radioso poder lembrar e nunca esqueçer que as pequenas conquistas que fazemos na vida pintam sempre com cores bem coloridas a nossa aguarela,a aguarela da nossa vida.
    Lindo!


    Bjinho cheio de luar em voce minha querida amiga

    ResponderExcluir
  7. Acho que o charme da vida é justamente não saber antecipadamente o final. A estrada a gente faz é andando por ela. Beijos,Kênia. Parabéns

    ResponderExcluir
  8. Gostei mto deste texto, naum pelo fato de ele ser alegre, mas de demonstrar DE FATO transparencia.
    Cansamos de ver blogosfera afora posts otimistas mas q a gnt sabe q saum ensaiados e naum vem da alma, e nem critico-os, pq sei q ao menos a pessoa tah tentando se superar (ou se enganar) mas o seu naum, eh a transparencia em pessoa!
    Falamos sim mto em dor, em desabafos, alias, desabafos saum a parte primordial de um diario e o q eh um blog senaum um diario virtual.
    Mas quem disse q desabafos devam ser todos tristes?
    Parabens pelo post anjo e otima sexta.

    ResponderExcluir
  9. Se tens amor, podes ser o que quiser - coisa linda! Com amor podes falar da miséria e da desgraça, que ainda assim parecerá romântico.pois, teu coração está florido e as flores se derramarão por sobre tudo que vieres a fazer! Siga mexendo com o coração dos outros e tornando tristeza em alegria, pois, foi foi pra isso que Deus colocou no mundo pessoas maravilhosas como tu! Te adoro!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. até tua parte branca é absolutamente colorida...

    que belas palavras...

    que mulher !

    gosto desse tempero todo, dessa profundeza que pões no sentir...

    especial...

    beijo bem grandão !

    ResponderExcluir
  11. Kênia!

    Que nos seus caminhos nunca, nunca faltem sonhos bonitos, alguns permanecem sempre senhos mesmo, e ainda assim nos fazem bem enorme!
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Começou ontem à partir das 18hrs meu blog:

    Pelos Caminhos da Vida,(http://anamgs.blogspot.com)

    estará participando da COPA BLOG, venho por meio dessa msg pedir um voto pra vc, a votação vai até o dia 21/04, o site para entrar e votar é esse aqui;

    http://dado.pag.zip.net/

    Caso vc não consiga acessar o site através dessa mensagem, no final do post meu tem o site e por lá entra direto.

    Obrigada.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  13. Essa alegria é linda.
    Adorei o texto Kênia *.*

    Grande Beijo.

    ResponderExcluir
  14. Este post está um Must...Otimismo esta é a palavra chave.



    Beijos Kenia.

    ResponderExcluir
  15. Bonito, mas tudos nos movem, desde que nãor perdemos a capacidade de nos guiar na vida...

    Fique com Deus, menina Kênia Araújo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Se ao me ler, um impulso te trouxer algo à mente ou ao coração, escreva...

Postagens mais visitadas deste blog

Um rascunho perdido de amor

Em alguns dias esse amor, que já mora em mim faz tempo, chega assim súbito, como brisa no rosto em um dia de calor...e é tão bom sentir. Nessa hora até parece que ele é novo, amor menino, ainda contaminado pela veemência da paixão.





[Um texto iniciado em 07/03/13...resolvi não complementá-lo, pois cada emoção deve manter a essência do seu tempo.]

Para renascer é preciso morrer!

É exatamente assim, no começo parece que te falta o ar, que algo espreme teu peito sem cessar e derrama o sumo dessa compressão nos teus olhos, compulsivamente.
Os primeiros dias passam e nada colore tua existência, só habita em ti a neblina das lembranças cinzentas, daquilo que ainda te fere...e estão em tudo que tu tentas fazer, repetindo-se como um velho vinil riscado, fazendo ondas gigantes em tua mente...das mentiras que te foram contadas, das verdades omitidas, das peças que se encaixam, da dissimulação ardil, das atitudes tão ínfimas quanto rasteiras e do presente se encontrando com as mesmas dores do passado.
É a desconstrução do que tu acreditavas, ou achava que ainda cria. É o fim da tua luta, que por mais que parecesse perdida, havia dias em que alguns sinais diziam que a guerra valeria a pena. Mas não valeu! Lutar pelo quê agora? E o mundo parece partir ao meio, mas tu não estais nem de um lado e nem do outro. Estais sem segurança, sem direção, neste abismo que se abriu a …

Oclusão

Não sei como ainda pode existir algo de ti no meu peito, depois dos inúmeros pedaços que já arranquei...embora os tenha removido pouco a pouco, como aquele procedimento bizarro para curar queimaduras extremas (as necroses são retiradas da pele, para que a regeneração ocorra de dentro pra fora).E cada parte que eu tirava à força, era uma tentativa de viver de novo, mesmo me sentindo morta.

Durante todo este tempo, esses pequenos recomeços exigiram de mim muito esforço, porque estavam inclusos em um contexto de uma aparente harmonia. E mesmo com todo meu empenho em virar de vez esta página, você estava ali, mais presente do que eu conseguia admitir até pra mim mesma. Oscilação pura...é que de fato não é tão simples esquecer alguém que te faz interagir com um lado seu, até então, totalmente desconhecido. Provei da fração mais amarga que me constitui, aquela cuja autossuficiência e autocontrole, características que sempre me acompanharam e fizeram de mim a pessoa mais confiante do mundo, f…