Pular para o conteúdo principal

Quero ficar em mim


Vou ficar porque já não tenho seu carinho
Vou ficar porque não mais me aquece a sua voz
Ficarei para calmamente me espreitar
Porque preciso entender...como e porque nasceu o que sinto
O que vieste na minha vida ensinar.

Vou ficar pra acreditar que foi real sim
E se não me escondo do amor, ele não afasta-se de mim...

...e todos os planos ficaram soltos no infinito
Não vou distrair a ruína interior
Não há mais dúvidas nem espera
Só existe o espaço que você não ocupou...


Enfim eu fico porque não posso fugir da dor
É preciso estar consciente em cada segundo deste pesar
Para aprender e um dia voltar a sorrir
Não importa quanto tempo irá durar!

(Que dure o tempo necessário para eu enxergar desfaçatez revestida de ternura, sem jamais temer me entregar...)

Comentários

  1. Olá querida, vim retribuir e conhecer teu espaço...adorei!És profunda no teu sentir. Que toda dor um dia se transforme apenas em saudades e lembranças.
    Estou a seguir-te....te espero por lá.
    Tenho link e selinhos, caso goste, traga-os contigo.

    Beijos meus pra ti.

    ResponderExcluir
  2. OLÁ,amiga.
    Realmente é uma incógnita o gostar,assim como o mistério da existência,jamais entenderemos o motivo de gostarmos de uma pessoa e não de outra!
    Mas,seja lá o que for,que seja bem vivido!!!
    A dor é melhor que o vazio!
    Espero-te no meu cantinho.
    beijos da Cris Poulain

    ResponderExcluir
  3. Sei la...talvez hj eu esteja num dia dferente... fico feliz que vc tenha sentindo a paz...
    Saudade de nossas conversas!bjim

    ResponderExcluir
  4. a maior dor é saber que a minha dor também dói num coração ESPECIAL, mas ficarei também... basta pedir..

    ResponderExcluir
  5. ontem fui repreendido por uma voz doce e distante...
    mas distante fiquei, pois não tive como ouvir essa voz doce novamente...
    são florestas, rios...Jirau..que me impede.
    sei que não compreende... Mas usei toda a minha sabedoria ao ponto de rackear um sinal de satélite e transforma-lo em esperança de ter ti...por um instante que seja.
    quero ficar em ti tb, mas como farei isso?

    ResponderExcluir
  6. a cura pra essa dor é fechar os olhos e imaginar "black"... eu sei que me entende Guria..

    ResponderExcluir
  7. "...Desejo atravessar o atlântico a nadar
    Encontrar-me contigo, no teu silêncio..."
    "...Sem perceber, sem saber, a razão, o motivo
    Quem, o quê e o porquê de tal mágoa..."

    Força Amiga!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Meu blog foi atualizado com a música O QUE FICOU PRA TRÁS. Porque todo mundo precisa de um recomeço... Segue trechinho:

    Chame de despedida
    Chame de disparada
    É hora da partida
    É hora da alvorada
    Com a cabeça erguida
    Coloque as mãos à obra
    E descarte restos e sobras

    Do que ficou pra trás

    http://ilhadosaqui.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Boa noite.
    Também gostei muito do seu blog.
    Eu vou voltar com mais tempo para explorar toda a sua essência.
    Estou te seguindo.
    beijos.

    ResponderExcluir
  10. - mas isso dói, dói muiito!
    - mesmo qe um dia mais tarde nos venhamos a rir destes momentos estupidos, agora qe os estamos a passar, só nós sabemos a dor que temos no nosso peito !

    Eu adoro os teus textos, queridaa :D

    ResponderExcluir
  11. Só existe o espaço que você não ocupou...

    amo essa sua delicadeza... esse sentimento todo, colocado à luz... presente sempre para quem te lê...

    você é incrível Kenia....

    beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  15. Também vou ficar em ti!

    O que é isso guria, vamos caminhar só pra frente! Não chore mais do que uma noite tá... Depois saia por aí desesperada procurando um novo amor... E achará; haja vista seres bonita... E serás novamente feliz... Ou não! Se acaso não o for... Chorarás! O que é isso guria...

    Um abraço pra ti!

    ResponderExcluir
  16. Hello madame K perfeito o andamento do seu blog, a evolução dos textos conforme o dia-a-dia muito inteligente, é mas não poderia ser diferente vindo de você.
    Sempre por aqui um grande beijo!!!!

    ResponderExcluir
  17. Mesmo à distância sempre teves
    o carinho e calor da minha voz.
    Sei como estás, sinto me assim..
    preso no olho do tornado,
    na fenda do tempo.
    Mas a saudade é uma dor boa
    cercada de belas lembranças
    e de intensos momentos...
    Ès bela no dizer, no ser
    com isso não ensinei, aprendi
    que o sonho bom sempre é real,
    pediste para eu ficar e fiquei..

    ResponderExcluir
  18. Ternura, quando não mais correspondida, reveste-se de adjetivos impróprios. Vinicios Moraes, já dizia, sempre vem a tona, "Posto que é chama, que seja eterno enquanto dure", uma leve brisa apaga a chama, e nossas hipocrisias veem à tona, travestidas de dor.
    Acorde na próxima manhã, apenas com as ternuras que ouveram, no mais, nada importa.
    Abra os olhos , e verás quanta ternura ainda terás, sem dor, sem humilhação, lhe de uma chance de não se arrepender de um dia ter perdido segundos importantes tentendo entender o que não é para ser entendido. E fique com o melhor de vc.

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Se ao me ler, um impulso te trouxer algo à mente ou ao coração, escreva...

Postagens mais visitadas deste blog

Para renascer é preciso morrer!

É exatamente assim, no começo parece que te falta o ar, que algo espreme teu peito sem cessar e derrama o sumo dessa compressão nos teus olhos, compulsivamente.
Os primeiros dias passam e nada colore tua existência, só habita em ti a neblina das lembranças cinzentas, daquilo que ainda te fere...e estão em tudo que tu tentas fazer, repetindo-se como um velho vinil riscado, fazendo ondas gigantes em tua mente...das mentiras que te foram contadas, das verdades omitidas, das peças que se encaixam, da dissimulação ardil, das atitudes tão ínfimas quanto rasteiras e do presente se encontrando com as mesmas dores do passado.
É a desconstrução do que tu acreditavas, ou achava que ainda cria. É o fim da tua luta, que por mais que parecesse perdida, havia dias em que alguns sinais diziam que a guerra valeria a pena. Mas não valeu! Lutar pelo quê agora? E o mundo parece partir ao meio, mas tu não estais nem de um lado e nem do outro. Estais sem segurança, sem direção, neste abismo que se abriu a …

Nem tudo vale a pena...

Vida que segue, histórias que findam... para que outras comecem.
Erros e caminhos que não podem ser refeitos.
Lamentar já não serve, porque o que passou nos escapou e o que fica de concreto são somente as lições, marcadas a ferro e fogo, nada poderá tirá-las de nós... pessoas e situações se vão, mas as aprendizagens ficam... e que bom que é assim!
Todos temos na vida momentos ou fases que desejaríamos não ter vivido, ou não mais lembrar, mas são exatamente estes que ficam se repetindo em nossas mentes a ponto de dizer-nos ao pé do ouvido: logo tu, tão seguro (a), esperto (a) e cheio (a) de si, viveste isto?
É, a racionalidade nem sempre nos é companheira e por vezes abandona até o mais perspicaz dos mortais. Importante mesmo é que ela não se vá para sempre e que o amor próprio continue reinando absoluto sobre todas as paixões terrenas.
Havia dentro de mim uma convicção imensa de que esse meu jeito de viver impulsivamente, respeitando todos os desejos e fazendo sempre o que o coração …

Um rascunho perdido de amor

Em alguns dias esse amor, que já mora em mim faz tempo, chega assim súbito, como brisa no rosto em um dia de calor...e é tão bom sentir. Nessa hora até parece que ele é novo, amor menino, ainda contaminado pela veemência da paixão.





[Um texto iniciado em 07/03/13...resolvi não complementá-lo, pois cada emoção deve manter a essência do seu tempo.]