Pular para o conteúdo principal

Valeu a pena!

Sabe, despertamos nas pessoas o que oferecemos a elas. Tá, alguém já disse isso em uma célebre frase, mas é bem mais gostoso quando nós mesmos podemos viver nossas próprias conclusões...
É, só que isso gera uma outra discussão: sendo assim, isso me responsabiliza totalmente pelas relações fracassadas? Se não dei o melhor de mim, então...não pude colher o melhor...?
Talvez pensar assim seja punição demais para nossos dias...aumenta nossa carga de culpa...mas parece ter coerência. Como toda relação é feita de duas partes, melhor pensarmos que ambos são autores destas reciprocidades. 
Mas toda esta história não tem só a parte ruim, vale lembrar do melhor de nós que alguns espirituosos souberam fazer aflorar (falo de qualquer relação, familiar, de trabalho, grandes amizades, amorosas) e por tudo de maravilhoso que já pudemos fazer emergir de tantos que por nossas vidas passaram.

Sem delongas, parece que algumas experiências compensam a dor de alguns erros. 
Você me fez e faz uma pessoa melhor. Porque você merece. Porque é assim que prefiro ser.
Seu coração grande, seu amor gigante, sua história de vida, seus medos, seus sonhos, seu desejo, sua forma de me ver por dentro, sua percepção, suas convicções, sua carência (de mim), seu jeito de menino, seu bom humor, sua doce ira, o que você pensa, o que você faz, o que você gosta, o que você diz, o que você é...absolutamente tudo em você me faz ter a indescritível sensação de que te conhecer era algo que estava reservado pra mim. Ninguém nunca sabe o que a vida tem a nos oferecer, que caminhos ainda iremos percorrer, mas tudo aqui dentro de mim fala a mesma coisa: não importa o que haja amanhã, você já valeu muito a pena!
E está marcado nos escritos da minha história...
Se fores embora, vai ficar o melhor de ti...que trouxe à tona o melhor de mim. O lamento da perda e a dor da ausência não poderá ser maior do que tudo que em mim pudeste cultivar!
Não, não...não será a idéia de que "eu não deveria ter vivido" que ficará...

Comentários

  1. Que bom vc ter mais uma história bonita pra contar. Fico muito feliz, vc merece tudo e muito mais!

    Beijos
    Glória

    ResponderExcluir
  2. Essa eh uma visaum, o tal do "semear o q colhemos" algo q achei sempre mto relativo. Recebemos das pessoas akilo q damos, naum seria assim?
    Mas tbm naum damos as pessoas akilo q recebemos?
    Portanto, naum acho q hajam vitimas nem culpados em relacoes q fracassaram, simplesmente naum rolou o q era pra ter rolado, e naum me refiro apenas a amores naum, isso vale pra familia, amigos, tudo.
    Temos q perder esse costume de qndo uma coisa naum dah certo, carregarmos o mundo nas costas.
    Se nos erramos, o outro errou tbm. E se ambos reconhecem, ha a reconciliacaum.
    Vejo q esta em um momemnto feliz, mas msm assim, procure sempre manter os pes no chaum.
    Claro, dando o melhor de si, mas com os pes sempre no chaum.
    Bjos e otimo fds.

    ResponderExcluir
  3. que maduro...

    e que lindo esse amor....

    curta !!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Viver é uma constante troca para o nosso crescimento. O que for bom fica para sempre. Crescemos à medida que amamos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Quanta suavidade e sentimento nestas verdades! Realmente a gente não sabe o que o futuro nos reserva, e quando as coisas são boas, há que aproveitar.

    Angel

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente, tem coisas que não dão certo, mas de tudo fica lição de tentar fazer certo da próxima vez...

    Fique com Deus, menina Kenia Araújo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Olá Kenia, vim lhe fazer uma visita e resolvi seguir seu blog. Gostei de seu texto de de suas postagens, excelentes!
    Tenho um blog que reolvi dividir os textos com outros amigos e amigas jornalistas, se puder me fazer uma visita, ficarei muito feliz.

    Abçs,

    Edward de Souza

    ResponderExcluir
  8. Crescimento..possibilidade, amor, sonhos são palavras que se completam...
    beijos
    Aryane Pinheiro.:

    ResponderExcluir
  9. Que declaração de amor linda! Praticamente uma oração...
    Abração!

    ResponderExcluir
  10. Acho que um dos melhores textos seu que já li.
    Eu também sigo essa lógica, mas acho que no fundo "a parada" toda é reciproca. Quando não dá certo é pq não era pra dar...
    Beijocas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Se ao me ler, um impulso te trouxer algo à mente ou ao coração, escreva...

Postagens mais visitadas deste blog

Um rascunho perdido de amor

Em alguns dias esse amor, que já mora em mim faz tempo, chega assim súbito, como brisa no rosto em um dia de calor...e é tão bom sentir. Nessa hora até parece que ele é novo, amor menino, ainda contaminado pela veemência da paixão.





[Um texto iniciado em 07/03/13...resolvi não complementá-lo, pois cada emoção deve manter a essência do seu tempo.]

Para renascer é preciso morrer!

É exatamente assim, no começo parece que te falta o ar, que algo espreme teu peito sem cessar e derrama o sumo dessa compressão nos teus olhos, compulsivamente.
Os primeiros dias passam e nada colore tua existência, só habita em ti a neblina das lembranças cinzentas, daquilo que ainda te fere...e estão em tudo que tu tentas fazer, repetindo-se como um velho vinil riscado, fazendo ondas gigantes em tua mente...das mentiras que te foram contadas, das verdades omitidas, das peças que se encaixam, da dissimulação ardil, das atitudes tão ínfimas quanto rasteiras e do presente se encontrando com as mesmas dores do passado.
É a desconstrução do que tu acreditavas, ou achava que ainda cria. É o fim da tua luta, que por mais que parecesse perdida, havia dias em que alguns sinais diziam que a guerra valeria a pena. Mas não valeu! Lutar pelo quê agora? E o mundo parece partir ao meio, mas tu não estais nem de um lado e nem do outro. Estais sem segurança, sem direção, neste abismo que se abriu a …

Oclusão

Não sei como ainda pode existir algo de ti no meu peito, depois dos inúmeros pedaços que já arranquei...embora os tenha removido pouco a pouco, como aquele procedimento bizarro para curar queimaduras extremas (as necroses são retiradas da pele, para que a regeneração ocorra de dentro pra fora).E cada parte que eu tirava à força, era uma tentativa de viver de novo, mesmo me sentindo morta.

Durante todo este tempo, esses pequenos recomeços exigiram de mim muito esforço, porque estavam inclusos em um contexto de uma aparente harmonia. E mesmo com todo meu empenho em virar de vez esta página, você estava ali, mais presente do que eu conseguia admitir até pra mim mesma. Oscilação pura...é que de fato não é tão simples esquecer alguém que te faz interagir com um lado seu, até então, totalmente desconhecido. Provei da fração mais amarga que me constitui, aquela cuja autossuficiência e autocontrole, características que sempre me acompanharam e fizeram de mim a pessoa mais confiante do mundo, f…