Pular para o conteúdo principal

O melhor tempero do mundo

 

Vamos urgentemente a Porto Rico, podes também me carregar até a Cuba de Fidel e Raúl Castro, qualquer pedaço de terra habitado por este povo latino (como eu), de sangue quente, onde a dança e a música já  nasce junto com cada um, em que a leveza e a mobilidade dos corpos lhe são natos, latentes.
[Por lugares como estes, cheios de problemas políticos e sociais (que não quero discutir aqui), é que tenho ainda mais convicção que a dança é uma alternativa perfeita para "sair" por horas e horas da Terra e esquecer de tudo que nos entristece, angustia....também de celebrar a vida, a alegria, vivenciar amores. Assim como no Brasil, onde em todo canto e de todo jeito, o povo dança, apesar de tudo.]

Me leve a um Clube de Salsa, a dança mais sensual, mais gostosa, mais "misturada" que existe, pela qual sou apaixonada. Não por acaso tem este nome, que em castelhano significa "tempero". Não pode existir um ritmo mais envolvente e expressivo, visto que é afro-caribenho, uma dança que foi influenciada pelo merengue da República Dominicana, o calipso de Trinidad e Tobago, a cumbia da Colômbia, o rock norte-americano e o reggae jamaicano.

Dance comigo, conduza-me nesta dança que exala romance e sedução. Vamos sentir a música e deixar os corpos falarem por nós, a meia luz, ao som das congas, bongos e maracas ...mas quero agora, tem que ser já!!! Preciso deste tempero...

(Desejos impulsivos de Kenia Araújo).

Vídeo: Dentre centenas de vídeos que eu amo sobre este tema, com casais arrasando na salsa, inclusive em concursos mundiais, escolhi este bem antigo, que é trecho do filme "Salsa", protagonizado pelo ex-Menudo Robby Rosa, sucesso estrondoso nos anos 80.


Há quem discuta cultura, taxando este ou aquele ritmo de brega, pela sua origem ou por não estarem ligados a convenções e nobreza.  Vai ver que é por isso mesmo que gosto tanto dos sons latinos, pois são a mais pura expressão da liberdade, dos desejos reais, sem máscaras ou amarras sociais. Subversiva extremada, não tolero limitações, restrições ou imposições, eu curto o que me fizer bem. Para mim não há breguice maior que tentar "classificar" as preferências alheias...e aí está mais uma das minhas...

Comentários

  1. Queridaaaaaaaaaaaa EU AMEI esse post! Menina EU AMO dançar e não há nada mais lindo e gostoso do que seduzir através da dança, noooooossa é muito bom! Faz tempo que não seduzo ninguém dançando, mas é gostoso fazer isso com alguém especial, alguém que estejamos envolvidos, enfeitiçados, encantados, apaixonados... pq aí é muuuuuuito mais gostoso! Afff!
    Eu adoro todos os filmes de dança, vejo e revejo 300 vezes, show!
    Pra quem é intensa, que nem eu, a dança é uma das melhores demonstrações...
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Se ao me ler, um impulso te trouxer algo à mente ou ao coração, escreva...

Postagens mais visitadas deste blog

Para renascer é preciso morrer!

É exatamente assim, no começo parece que te falta o ar, que algo espreme teu peito sem cessar e derrama o sumo dessa compressão nos teus olhos, compulsivamente.
Os primeiros dias passam e nada colore tua existência, só habita em ti a neblina das lembranças cinzentas, daquilo que ainda te fere...e estão em tudo que tu tentas fazer, repetindo-se como um velho vinil riscado, fazendo ondas gigantes em tua mente...das mentiras que te foram contadas, das verdades omitidas, das peças que se encaixam, da dissimulação ardil, das atitudes tão ínfimas quanto rasteiras e do presente se encontrando com as mesmas dores do passado.
É a desconstrução do que tu acreditavas, ou achava que ainda cria. É o fim da tua luta, que por mais que parecesse perdida, havia dias em que alguns sinais diziam que a guerra valeria a pena. Mas não valeu! Lutar pelo quê agora? E o mundo parece partir ao meio, mas tu não estais nem de um lado e nem do outro. Estais sem segurança, sem direção, neste abismo que se abriu a …

Nem tudo vale a pena...

Vida que segue, histórias que findam... para que outras comecem.
Erros e caminhos que não podem ser refeitos.
Lamentar já não serve, porque o que passou nos escapou e o que fica de concreto são somente as lições, marcadas a ferro e fogo, nada poderá tirá-las de nós... pessoas e situações se vão, mas as aprendizagens ficam... e que bom que é assim!
Todos temos na vida momentos ou fases que desejaríamos não ter vivido, ou não mais lembrar, mas são exatamente estes que ficam se repetindo em nossas mentes a ponto de dizer-nos ao pé do ouvido: logo tu, tão seguro (a), esperto (a) e cheio (a) de si, viveste isto?
É, a racionalidade nem sempre nos é companheira e por vezes abandona até o mais perspicaz dos mortais. Importante mesmo é que ela não se vá para sempre e que o amor próprio continue reinando absoluto sobre todas as paixões terrenas.
Havia dentro de mim uma convicção imensa de que esse meu jeito de viver impulsivamente, respeitando todos os desejos e fazendo sempre o que o coração …

Um rascunho perdido de amor

Em alguns dias esse amor, que já mora em mim faz tempo, chega assim súbito, como brisa no rosto em um dia de calor...e é tão bom sentir. Nessa hora até parece que ele é novo, amor menino, ainda contaminado pela veemência da paixão.





[Um texto iniciado em 07/03/13...resolvi não complementá-lo, pois cada emoção deve manter a essência do seu tempo.]