Pular para o conteúdo principal

Sobre Mulher

Eu tenho plena convicção de que nenhum homem é digno de mulher alguma nesse mundo. A mulher traz consigo uma aura desejável que põe por terra toda e qualquer outra coisa desejável existente no universo. Nada pode despertar mais ânsia ou produzir mais gozo que a presença da mulher e suas irradiações estimulantes; é como se cada mulher fosse um astro que atraísse para si uma constelação de estrelas inferiores, um astro que dá vida, luz e energia a todo um sistema, sim, a mulher é como um sol, um sol tri quente. Todo e qualquer homem que porventura vir a tocar o corpo de uma mulher, deve trazer consigo a consciência de que está pisando em solo sagrado, terreno fértil, fecundo, hipersensível, delicadíssimo... O corpo da mulher é como um véu, de uma seda tão fina, tão mimosa, que nunca, jamais, a ciência explicará tal textura; é coberto com certa camada de uma película invisível e tênue, que o menor afago, por mais ínfimo que seja, desencadeia uma onda libidinosa que se espalha sobre toda a extensão macia e voluptuosa daquilo tudo, formando enfim uma malha cheia de pontos doídos, mas, doídos de uma dor tão gostosa, que ao invés da usual interjeição de dor, ela se desata em gemidos extremamente aveludados, que repousam nos tímpanos do homem e tornam-se carícias no âmago. A mulher quando entrega ao homem o seu corpo que é carregado de uma coisa boa que eu não tenho enquanto escritor excelência para desfiar argumentações literais que possam reproduzir em texto a grandeza e a intensidade, não o faz pelo fato de haver da parte do homem o devido merecimento, é algo injusto, pois, em verdade, não há na natureza ser algum que esteja a altura da beleza da mulher, que esteja apto a usufruir com autoridade e autêntico mérito de todo o prazer que a mulher é capaz de proporcionar, o homem ocupa pura e simplesmente um posto que a mulher lhe cede devido a ausência de uma entidade compatível, ou seja, que valha tanto quanto ela. A mulher é suprema e não disputa seu lugar no ápice com ninguém, pois, não há concorrência, portanto, o benefício alcançado imerecidamente pelo homem, de poder desfrutar da sublime intimidade feminina, tomando em mãos todo o encanto de um corpo de mulher e possuindo-o com frequencia, faz dele a criatura mais sortuda da criação, por preencher uma lacuna que lhe cabe tão somente por falta de coisa melhor. Todo homem deveria ajoelhar-se diariamente com as mãos e a face erguidas em direção ao firmamento para agradecer tamanha dádiva, pense bem, poder beijar a mulher, poder acariciá-la, sentir o cheiro, o calor, a saliva, a umidade; como pôde a natureza ser tão tirana para com a mulher, atirou a coisa mais perfeita da criação nos braços de um ser tão vil, a mulher por sua graciosidade merecia um parceiro que realmente valesse à pena. Ainda assim a mulher é dotada de infinita modéstia, dando ao companheiro a impressão de que ambos se equivalem, de que estão de igual pra igual na terra, e oferece a ele tudo o que há de mais gostoso nessa vida que Deus nos deu, não recusa nada, entrega de bom grado, oferece mais, lança-se no leito com graça, é indecente, submissa, dominadora ou seja lá que raio de preferência o maldito do homem preferir e joga os cabelos, e se lambuza, e se encharca, e se estira, e se abre, e se acaba e cai exausta no peito quente do homem que é criatura má e feita de nada mais nada menos que carne... E osso!
Léo Santos.

Já falei aqui do Léo, que é do blog Nota Preta, já fizemos inclusive uma parceria em um dos seus contos. Sou viciada nas suas histórias criativas, bem escritas e com finais sempre inusitados. Achava que sua habilidade maior era com contos (bobeira minha, escritor é escritor não é?), e então outro dia me deparei com esta crônica, que é uma verdadeira declaração de amor a nós mulheres. Não poderia deixar de republicar, o cara mandou bem demais!

Comentários

  1. O teu texto hoje arrasou!
    Cada palavra está no sitio certo!

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Uau! Que declaração de amor pra todas nós... lindo demais! Menina nem eu sabia que tínhamos assim tanto poder... (rs) Mas é deliciosamente inesquecível ser assim quando é pra alguém em especial, aí todo esse nosso poder vira um gozo eterno... beijo, beijo Sumidinha!
    She

    ResponderExcluir
  3. Belo texto, bem escrito, porém não concordo. Achei de visão absolutamente opaca. Se o Leo esta espelhando em si próprio, legal. Mas o universo humano é muito extenso para que possamos dar uma opinião única e radical.
    Bjs.
    ____
    Saudades de ti, bela e marcante.

    ResponderExcluir
  4. Olá menina
    Parabéns ao Léo pela crônica excelente e a você por publicá-la.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Belissimo texto!

    «A mulher é a substância de todas as coisas»
    (NOVALIS)

    Beijos
    AL

    ResponderExcluir
  6. Saudações...

    Realmente o Léo esta de parabéns, e você também por nos trazer tão magnifico texto...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Palmas! O texto é muito lindo!
    Espero que vc esteja bem.Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Obrigada Kenia! É uma honra ver minhas letrinhas simples aqui nesse teu espaço tão bacana! Fico feliz por isso! Acho que de alguma forma consegui agradar as mulheres, pois essa já é a segunda republicação desse texto. Que bom né?

    Agradeço novamente! Tu é tri simpática!

    Um abraço pra ti e teus leitores!

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Kenia!!
    Execelente comentário postado, como reflexão, ams concordo com crítica do Guará Matos..
    Mas existem "Homens e homens' , como 'Mulheres e mulheres"

    Mais abaixo, coloco um comentário que postei no blog da Cris Guedes, além de minha eguido, uam pessoa maravilhosa.
    Comento com ela que estou para postar um tema sobre A Mulher... E ela! Me cobra toda hora essa postagem... Mas com citei, o Guará abordou bem a crírica feita, radicalizarmos como um todo a questão.

    Mas de qualquer forma, seu blog está show.

    Meus parabéns

    Cris Guedes
    Acreditem, até freira eu quis ser....

    Nossa, que Loucura seria!

    Tem um pintor que retratou seu amor através de sua arte...
    Na junventude ele se apaixonou por uma linda mulher, mas seu pai não permitiu que ela se casasse com ele...
    Encaminhou a jovem Mulher para um convento, onde acabou se tornando uma Freira...
    O sofrimento desse jovem foi tanto, que ele retratou em uma de suas fatásticas Obras, o Amor que eternamente sentiu por essa Mulher, perdida pela ignorância Tirania de um único Ser "Sem Alma".
    No quadro pintado por ele, ele pinta a linda Mulher, nun cenário Frio, escuro, mas já Vestida e segregada como o pai determinou, uma Freira.
    A pintura, um quadro óleo sobre tela, de uma Freira carregando um Lampião. E desse lampião, ainda à base de pavio de vela, surge a fumaça subindo ao lado da Linda Mulher, mas que não o pertencia mais...
    Nessa fumaça ele retrata, demonstra a união de dois corpos em movimento, transformando-se no que ele mais desejou a vida toda.
    O Amor dessa Mulher.
    Esse quadro se encontra no Museu Nacional de Belas Artes,RJ.
    Quem nunca o viu, um dia deve querer vê-lo, assim talvez saiba o que é o Amor sem limites, sem frenteiras... E mesmo sobre imposição, O Amor vence qualquer barreira, seja ela de pedra, fogo, água ou, da Ignorância do Ser.

    O pintor desse quadro se chama Pedro Américo.

    MARCIO RJ

    ResponderExcluir
  10. Só posso dar os parabéns ao Leo. Texto certíssimo, endosso e assino embaixo. O homem precisa estar conquistando a mulher todos os dias. E parabéns a você pela sensibilidade de publicar. Vi você nesse texto. Beijos,Kênia

    ResponderExcluir
  11. Amiga,

    Onde anda esse homem com tamanha sensibilidade para com a alma feminina!?...
    Fiquei sem palavras para comentar.

    Beijo
    Angel

    ResponderExcluir
  12. "Texto bem escrito, porém não concordo. Achei de visão absolutamente opaca. Se o Leo esta espelhando em si próprio, legal. Mas o universo humano é muito extenso para que possamos dar uma opinião única e radical".[2]
    Discordo totalmente da primeira frase, naum me acho indigno diante de ngm, seja homem ou mulher, kda qual tem sua dignidade. Odeio essa guerra de sexos, se eh para vivermos em igualdade, q seja de forma justa. Ha homens e homens, mulheres e mulheres, tem kda biscate q naum vale um minimo de dignidade de um homem sincero, ou seja, odeio generalizacoes.
    Desculpe dizer, mas vc sabe q sou sincero em minhas palavras.
    Bjos meu anjo e jah te add no twitter! 0/

    ResponderExcluir
  13. Vim reler-te, rever-te... e deixar um beijo!

    AL

    ResponderExcluir
  14. AI, AI, AI, ESTES ANÔNIMOS NO MEU BLOG...

    SE UMA TAL "MULHER CONVICTA DA MAIS VERDADEIRA ÉTICA FEMININA" E BLÁ, BLÁ, BLÁ, VOLTAR A ESTE POST, QUERO QUE ELA LEIA ALGUMAS COISINHAS:

    ANTES DE QUALQUER COISA, SUA CONVICÇÃO NÃO ME CONVENCE (KKKKKKKKKKKKKKK) JÁ QUE NEM PRA ASSINAR SEU NOME TIVESTE CORAGEM. EM SEGUNDO LUGAR, A LIBERDADE DE EXPRESSÃO CONSISTE EM NÃO SOMENTE EXPOR O QUE SE PENSA E SENTE, MAS EM LIDAR COM A DIVERSIDADE DE PENSAMENTOS, RESPEITAR AS PESSOAS E SUAS OPINIÕES. LÓGICO QUE EU POSSO DISCORDAR DE TODA E QUALQUER COISA, MAS DEVO FAZÊ-LA COM RESPEITO E COERÊNCIA. CHEGAR AVALIANDO ALGUÉM, SENDO TAXATIVA, XINGANDO, POR UM TEXTO QUE UM AUTOR SIMPLESMENTE DEMOSNTROU SUA VISÃO POÉTICA SOBRE A MULHER É QUE É SER FORA DA REALIDADE.

    DÁ LICENÇA DO LÉO VER A MULHER COM ESTES OLHOS.
    DÁ LICENÇA DE EU TER GOSTADO DO TEXTO.
    DÁ LICENÇA DE EU POSTAR O QUE QUERO NO MEUUUUUUUUUU BLOG.
    DÁ LICENÇA DE TER MINHA PRÓPRIA OPINIÃO.

    LÓGICOOOOOOOO SUA INSANA QUE NEM TODAS AS MULHERES SÃO DIGNAS DE TAL TEXTO, ASSIM COMO NEM TODOS OS HOMENS SÃO COLOCADOS NUM PATAMÁ QUE FOI EXPOSTO, MAS SE VOCÊ NÃO SABE ESCRITORES SÃO PESSOAS QUE USAM DE ESTRATÉGIAS PARA ELABORAR UM BOM TEXTO, ALÉM DE MUITA IMAGINAÇÃO, EMOÇÃO, USAM FIGURAS DE LINGUAGEM QUE ESTÃO RELACIONADAS A ASPECTOS SEMÂNTICOS, FONOLÓGICOS OU SINTÁTICOS.

    DIGAMOS QUE O LÉO USOU MUITAS HIPÉRBOLES, UMA CERTA PERSONIFICAÇÃO INVERTIDA, OU ATÉ A METÁFORA, MAS DAÍ A CONSIDERAR O TEXTO FORA DA REALIDADE E DE GENTE ALIENADA (O QUE ME INCLUI POR TER PUBLICADO) É DEMAIS.

    VOCÊ SIM DEVE SER UMA PESSOA DESPREZÍVEL NO MUNDO FEMININO, PARA TER SE INCOMDADO DE TAL MANEIRA COM UM TEXTO INOFENSIVO, MUITO MAIS POÉTICO QUE QUALQUER OUTRA COISA. VOCÊ NÃO DEVE TER ESTUDADO INTERPRETAÇÃO TEXTUAL NA ESCOLA, CASO CONTRÁRIO NÃO VIAJARIA TÃO LONGE EM COLOCAÇÕES TÃO RADICAIS E ABSURDAS........

    VIVA A DIVERSIDADE DE OPINIÕES SUA LOUCA!!!
    VIVA O MUNDO QUE CABE GENTE COMO NÓS QUE ESCREVEMOS E COMO VOCÊ QUE CHEGA E CRITICA SEM RESPEITO ALGUM E AINDA ANONIMAMENTE!!!!

    ResponderExcluir
  15. Querida anônima, se me dasafias a postar teu comentário, eu te desafio a dizer teu nome. No meu blog não tem espaço para gente covarde, dar opinião sem nome não é dar opinião.

    A propósito, ou sou muito importante, ou sua vida é muito vazia, perdes tanto tempo escrevendo looooooooongos comentários por aqui...kkkkkkkkkkkkkkk!
    Adorooooooooooooooo!

    Beijinhos fofa!!!

    ResponderExcluir
  16. Minha querida e INSISTENTE anônima,

    Avaliando com frieza a sua veemência em comentar no meu blog e ao meu respeito, repetindo insanidades, gastando seu tempo e seu repertório de baboseiras, só cheguei a uma conclusão: você está se corroendo de inveja, rsrsrsrs, mas eu te entendo fofa, faz tempo que convivo com isso.
    Mas veja querida, sua intenção obteve resultado inverso, nem com 1 milhão de comentários extensos você vai me convencer do que queres, pois estou longe disso...

    Sem contar que você não me conhece né?? E ainda é um ser anônimo, xiiiiiiii, não dá mesmo pra ser levada a sério. Sei lá de que buraco saíste, sei lá o que fazes, sei lá quem és pra querer que eu te dê ouvidos.
    Isso já está parecendo psicose, vai que tu esteja no meio de um tratamento psiquiátrico e está internada numa clínica onde deixaram você usar a internet, uma "arma" em mãos erradas, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    Já que és uma mulher tão moderna e convicta da ética feminina, vá procurar o que fazer querida. Nunca vais me convencer do contrário: tu estais sozinha e carente, e por isso precisa chamar atenção de alguém, ou andas ociosa demais pra estar perdendo tanto tempo no meu blog.

    Mas minha vó já dizia e graças a Deus está vivíssima pra repetir: "se você incomoda tanto alguém é porque esta pessoa na verdade queria ser como você, então sinta-se bem em despertar isso em alguém", portanto fofa, não sabes o bem que estais me fazendo...

    Ainda vai voltar a comentar???
    É que, sei lá sabe, VOCÊ JÁ ME CANSOU, então não garanto responder o próximo ok???
    Beijos fofa, obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Se ao me ler, um impulso te trouxer algo à mente ou ao coração, escreva...

Postagens mais visitadas deste blog

Para renascer é preciso morrer!

É exatamente assim, no começo parece que te falta o ar, que algo espreme teu peito sem cessar e derrama o sumo dessa compressão nos teus olhos, compulsivamente.
Os primeiros dias passam e nada colore tua existência, só habita em ti a neblina das lembranças cinzentas, daquilo que ainda te fere...e estão em tudo que tu tentas fazer, repetindo-se como um velho vinil riscado, fazendo ondas gigantes em tua mente...das mentiras que te foram contadas, das verdades omitidas, das peças que se encaixam, da dissimulação ardil, das atitudes tão ínfimas quanto rasteiras e do presente se encontrando com as mesmas dores do passado.
É a desconstrução do que tu acreditavas, ou achava que ainda cria. É o fim da tua luta, que por mais que parecesse perdida, havia dias em que alguns sinais diziam que a guerra valeria a pena. Mas não valeu! Lutar pelo quê agora? E o mundo parece partir ao meio, mas tu não estais nem de um lado e nem do outro. Estais sem segurança, sem direção, neste abismo que se abriu a …

Um rascunho perdido de amor

Em alguns dias esse amor, que já mora em mim faz tempo, chega assim súbito, como brisa no rosto em um dia de calor...e é tão bom sentir. Nessa hora até parece que ele é novo, amor menino, ainda contaminado pela veemência da paixão.





[Um texto iniciado em 07/03/13...resolvi não complementá-lo, pois cada emoção deve manter a essência do seu tempo.]

Oclusão

Não sei como ainda pode existir algo de ti no meu peito, depois dos inúmeros pedaços que já arranquei...embora os tenha removido pouco a pouco, como aquele procedimento bizarro para curar queimaduras extremas (as necroses são retiradas da pele, para que a regeneração ocorra de dentro pra fora).E cada parte que eu tirava à força, era uma tentativa de viver de novo, mesmo me sentindo morta.

Durante todo este tempo, esses pequenos recomeços exigiram de mim muito esforço, porque estavam inclusos em um contexto de uma aparente harmonia. E mesmo com todo meu empenho em virar de vez esta página, você estava ali, mais presente do que eu conseguia admitir até pra mim mesma. Oscilação pura...é que de fato não é tão simples esquecer alguém que te faz interagir com um lado seu, até então, totalmente desconhecido. Provei da fração mais amarga que me constitui, aquela cuja autossuficiência e autocontrole, características que sempre me acompanharam e fizeram de mim a pessoa mais confiante do mundo, f…